Feeds Ricardo Amorim Facebook Ricardo Amorim Twitter Ricardo Amorim Linkedin Ricardo Amorim Youtube Ricardo Amorim

Ricardo Amorim prevê que PIB vai decepcionar em entrevista à Exame.

postado em Entrevistas


Revista Exame
07/2012
Por Beatriz Olivon

 
Ricardo Amorim prevê que PIB vai decepcionar em entrevista à Exame (07/2012).
 
Se a crise europeia continuar se postergando, o aumento do PIB brasileiro deve ficar entre 1% e 2%, de acordo com o economista
 
O economista e consultor financeiro Ricardo Amorim acredita que o crescimento do PIB nesse ano não deve chegar a 2% – e pode até ser negativo. “No final do ano passado eu já tinha previsto que ficaria abaixo de 2%, talvez com risco de ser negativo, dependendo das consequências da crise europeia. Os números de lá pra cá não mudaram”, afirmou.
 
Para Amorim, se a crise europeia demorar mais a se intensificar, o aumento do PIB brasileiro deve ficar entre 1% e 2%. “Não consigo ver como a crise europeia não vai se intensificar”.
 
O último boletim Focus, que reflete as expetativa do mercado, reduziu novamente a previsão de crescimento do PIB em 2012, de 2,53% para 2,30%. Ontem, o banco Credit Suisse reduziu de 2% para 1,5% a estimativa de crescimento da economia brasileira em 2012. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, rebateu a projeção e considerou o número uma “piada”.
 
Mantega disse recentemente que, se o problema da Grécia não for resolvido, dificilmente o Brasil conseguirá crescer 4,5% neste ano, mas manteve que o aumento do PIB será maior do que os 2,7% de 2011.
 
Amorim participou do Seminário Itaú Empresas – Copa do Mundo da FIFA 2014.
 





Deixe seu comentário