Feeds Ricardo Amorim Facebook Ricardo Amorim Twitter Ricardo Amorim Linkedin Ricardo Amorim Youtube Ricardo Amorim

“O Brasil precisa de Internet na veia”, segundo o economista Ricardo Amorim

postado em Entrevistas | Palestras


06/2017

Convergência Digital

Por Ana Paula Lobo e Pedro Costa

 

 

A crise vai passar, mas não é simples definir quando ela vai passar, sustentou o economista Ricardo Amorim, que participou da Convenção da Abranet, que aconteceu de 13 a 15 de junho, na Praia do Forte, na Bahia.

 

Em entrevista à Abranet, Amorim afirmou que, hoje, o Brasil está muito voltado para a crise política, para os escândalos de corrução, mas ressaltou: não há país que irá se desenvolver sem Tecnologia da Informação e Comunicações. “Infelizmente, o Brasil não tem TIC como prioridade ainda, mas terá de olhar para a área o quanto antes”.

 

De acordo ainda com o economista, há sinais de otimismo para o desenvolvimento do país, especialmente, o movimento pujante das startups, beneficiado pela ampliação do acesso à banda larga.” Definitivamente a Internet é tudo. Não dá para pensar absolutamente nada sem ter Internet”, sustenta.

 

Amorim vai além ao afirmar que tecnologia é será cada vez mais tudo. Indagado sobre a recuperação da competitividade no Brasil, Ricardo Amorim pontua que será necessário o país capacitar melhor as suas pessoas e, mais uma vez, reforça: “Isso exige Internet na veia”. Assistam a entrevista.

 

 
 





    César Onofri disse:
    16 de junho de 2017 às 23:05

    Tudo bem ótimo alta tecnologia é internet na veia. Mas aqui existe uma crise Moral muito séria e profunda de longa data e isso você não resolve só com tecnologia são valores humanos esquecidos totalmente
    É isso leva muito tempo para ser recuperado e implementado



    João Silva disse:
    22 de junho de 2017 às 18:30

    Eu acredito que o Brasil precisa investir profundamente em educação.

    Tecnologia está englobada e deveriamos importar essa idéia dos países mais desenvolvidos.



    Pedro De Boer disse:
    8 de julho de 2017 às 6:41

    Estamos na quarta revolução industrial, mas nossos políticos estão na idade da pedra. Acorda Brasil!



    Tiago AMVO disse:
    29 de julho de 2017 às 22:12

    Se não houver investimento em educação e tecnologia o nosso país, infelizmente ficará na idade da pedra.



    Clique aqui disse:
    16 de agosto de 2017 às 11:32

    Também concordo Ricardo!



Deixe seu comentário