Feeds Ricardo Amorim Facebook Ricardo Amorim Twitter Ricardo Amorim Linkedin Ricardo Amorim Youtube Ricardo Amorim

Matéria sobre palestra de Ricardo Amorim sobre perspectivas para infraestrutura logística.

postado em Entrevistas


O Vale do Ribeira
08/2012
Por Marcos André

 

Ricardo Amorim destaca o planejamento para o Porto de Santos.
 
Sendo um dos dez economistas mais influentes do mundo, de acordo com o site americano Klout.com, Ricardo Amorim participou na última segunda-feira (13) da cerimônia de abertura da 10ª edição do Santos Export – Fórum Internacional para a Expansão do Porto de Santos, no Casa Grande Hotel, em Guarujá (SP).
 
Entre os vários desafios a serem superados nos próximos 10 anos, Amorim bate em uma tecla: planejamento. Confira abaixo uma breve entrevista, onde o palestrante faz uma análise das principais referências para a expansão do Porto de Santos, o crescimento da região e seus desafios:
 
Fama – Sendo a mais significativa porta de entrada e saída de riquezas do país, o Porto de Santos necessita de um plano estratégico de desenvolvimento. Quais as principais referências para este expansão?

Ricardo Amorim – Em primeiro lugar planejamento. Pela instabilidade elevada da economia brasileira, nós brasileiros não temos costume de planejarmos a longo prazo, mas investimentos desta magnitude exigem planejamento. Em segundo lugar, é necessário projetar-se o cenário que devemos enfrentar. Neste sentido, eu realçaria quatro tendências importantes: forte crescimento do fluxo comercial brasileiro, ganho de importância de mercados emergente como destinos de nossas exportações e, por consequência, crescimento acelerado da exportação de commodities e, por fim, um crescimento da importação de produtos manufaturados dos países desenvolvidos, onde a demanda interna estará reprimida e uma parte crescente da produção será voltada para exportação.
 
Fama – A região sofrerá forte impacto por conta da cadeia produtiva de petróleo e gás, além da expansão do Porto. Como dirigir este crescimento?
Ricardo Amorim – Investindo hoje para dar conta das necessidades de amanhã. Mais uma vez, a palavra fundamental é planejamento. Estima-se que a extração do pré-sal exigirá cerca de US$ 250 bilhões em investimentos diretos e indiretos nos próximos anos. Todo o processo de captação de recursos e execução destes investimentos, incluindo planejamento urbano, é fundamental.
 
Fama – Crescimento urbano, gargalos logísticos, problemas que podem e devem ser evitados. Como?

Ricardo Amorim – Só investimentos resolvem estes gargalos. Já há planos de investimentos para dar conta dos gargalos e os recursos públicos e privados devem estar disponíveis para eles. Minha maior preocupação é nossa capacidade de execução dos investimentos, levando-se em consideração falta de mão de obra qualificada e, principalmente, uma legislação e regulamentação que costuma atravancar investimentos de grande porte no país.
 
A 10ª edição do Santos Export foi uma iniciativa do Sistema A Tribuna de Comunicação, com realização da Una Marketing de Eventos.
 





Deixe seu comentário