Feeds Ricardo Amorim Facebook Ricardo Amorim Twitter Ricardo Amorim Linkedin Ricardo Amorim Youtube Ricardo Amorim

Por que a produtividade do trabalhador brasileiro é tão baixa?

postado em #RicardoResponde | Entrevistas | Vídeos


12/2015

 

 
 





    Silvano Lago disse:
    2 de janeiro de 2016 às 15:32

    Ricardo, eu acho que falta também concorrência no Brasil.
    A concorrência pressiona as empresas a serem mais competitivas e eficientes. Temos muitos setores protegidos da concorrência no Brasil.
    Não sou economista… apenas um gerente de operações… mas acredito que o pontapé inicial que precisamos é reduzir as barreiras para entrada de produtos e serviços mais baratos e eficientes.
    Dessa forma as empresas nacionais vão se preocupar em capacitar os trabalhadores e automatizar mais.
    O que você acha?



    ANDRÉ LUNARDI disse:
    3 de janeiro de 2016 às 10:48

    Eu concordo parcialmente Sr. Amorim! Já fui algumas vezes aos EUA e acho que o principal fator dessa diferença é o sistema de trabalho dos países. Lá, ganha-se por hora e nada nas horas não trabalhadas, aqui, ganha-se por mês, aí soma-se os dias faltados. Temos o 13 mes não trabalhado, mais os 30 dias de férias remuneradas não trabalhadas mais o adicional de hora extra, mais noturno etc… Etc. Tudo isso nos EUA não existe, lá, não serviu, demite, pronto, aqui quase toda demissão gera ação na justiça. Então, essa diferença, na minha visão, está na cultura e leis trabalhistas que dão apenas direitos e nada de deveres. Há, eu ia esquecendo nosso sistema de funcionalismo público brasileiro, que tem milhares de funcionários. Esses então nem demitidos podem ser, é claro, onde bastaria um, tem dez! Uma total aberração em matéria de legislação protecionista absurda que destrói o País! E Parabéns pelo seus comentários, são os mais realistas possíveis de um jornalista sério e honesto, caso raro no Brasil! Pena não termos líderes políticos com a sua visão! Seria outro País! Seríamos talvez os EUA!



    Alexandre disse:
    4 de janeiro de 2016 às 13:19

    Ricardo,

    Eu só concordaria com tua informação quando houver um comparativo com condições igualitárias para o comparativo, senão isto vira uma informação pessimista a respeito do brasileiro.



Deixe seu comentário

Acompanhe Ricardo Amorim na mídia
Istoe

Artigos do Ricardo Amorim
/ LEIA

Manhattan Connection

Desde 2003, Ricardo é apresentador do Manhattan Connection, atualmente no canal Globo News
/ VEJA

Gazeta do Povo

Em 2017, Ricardo iniciou uma parceria com a Gazeta do Povo. Clique e confira.
/ VEJA

Radio Eldorado

A economia pode ser um agente poderoso de transformação
/ CURTA


Opinião de Ricardo Amorim - Economista Independente