Feeds Ricardo Amorim Facebook Ricardo Amorim Twitter Ricardo Amorim Linkedin Ricardo Amorim Youtube Ricardo Amorim

Entrevista de Ricardo Amorim para Infomoney sobre como usar o Twitter e redes sociais para investir melhor

postado em Entrevistas


 

Portal InfoMoney

05/2013

Por Tabata Pitol

 

 

InfoMoney – Por que, na sua opinião, se fala cada vez mais de investimentos nas redes sociais? É um sinal de que o assunto está mais popular e por isso está mais presente nas redes, ou as redes sociais estão popularizando ele?

Ricardo Amorim – Há dois fatores principais. Em primeiro lugar com a forte queda das taxas de juros em todo o mundo, todos estão sendo forçados a aprender a investir melhor para conseguir rentabilizar seus investimentos. Em paralelo, as redes sociais tem crescido muito. Neste contexto, é muito natural que haja um forte crescimento da discussão de temas ligados a investimento nas redes sociais.

 

InfoMoney – Por que você usa twitter?

Ricardo Amorim – Para acompanhar informações vindas de todo o mundo e para disseminar ideias, análises e informações que considero importantes ou interessantes sobre temas variados. Além disso, o twitter me proporciona um canal direto de comunicação de mão dupla com pessoas em todo o mundo.

 

InfoMoney – Qual o perfil das pessoas que te seguem?

Ricardo Amorim – Normalmente, são pessoas com interesse por economia, finanças e investimentos, mas não apenas pessoas diretamente ligadas à área e de todos os graus de conhecimento destes assuntos, desde CEOs de grandes empresas a estudantes.

Talvez o que mais me chame a atenção seja exatamente a diversidade do perfil dos meus seguidores e das indicações que recebo. Por exemplo, entre as recomendações públicas que recebi neste mês, há uma do site e Mude.nu que apresentou-me como Perfil Número 1 que Vale a Pena seguir para pessoas interessadas em economia e investimentos e outra do professor Rogério Visacro, que recomendou-me como um dos melhores perfis para universitários.

 

InfoMoney – Hoje é comum analistas, economistas  usarem o twitter. Você acha que isso é bacana para os investidores. É mais uma forma de se informar?

Ricardo Amorim – Com certeza.

 

InfoMoney – E quais cuidados o investidor deve ter ao acompanhar personagens do mercado nas redes sociais?

Ricardo Amorim – Ter o máximo de certeza possível que as fontes de informação são fidedignas. Particularmente no campo de investimentos, as redes sociais abrem espaço para muita boataria e até manipulação de mercado. Para não ser vítima disso é fundamental seguir apenas perfis com bastante credibilidade.

 

InfoMoney – Qual sua opinião sobre presidentes de empresas de capital aberto com conta em redes sociais. É ético? É válido pela proximidade com o acionista? Acha que pode deturpar um pouco a visão geral do acionista?

Ricardo Amorim – Acho válido, sim desde que as regras de disseminação de informação a que estes presidentes estão sujeitos nas demais mídias sejam também respeitadas nas redes sociais.

 

InfoMoney – O twitter da Associated Press chegou a derrubar o índice Dow Jones em 150 pontos por alguns minutos. Acha que o twitter tem esse poder no Brasil?

Ricardo Amorim – Sem dúvida nenhuma. Aliás, quando este tuite falso da AP foi divulgado, a Bovespa chegou a cair 1%. Infelizmente, este é um lado negativo da influência das redes sociais a que estamos sujeitos e nada garante que não haverá casos ainda mais graves do que este.

 

InfoMoney – Quais twitters vc recomendaria que o investidor seguisse?

Ricardo Amorim – Com os mercados globais cada vez mais conectados e Europa, EUA, Japão e China passando por momentos delicados, perfis que ajudem a entender o que está acontecendo nestes locais são muito importantes. Entre eles, eu destacaria @NYTimesKrugman e @WarrenBuffett, que acabou de aderir ao Twitter

 

InfoMoney – Quais twitters relacionados a investimentos você segue?

Ricardo Amorim – Muitos. Pluralidade de fontes de informação é fundamental. Eu sigo mais de 700 perfis, a maioria deles relacionados a investimentos.

 

Ricardo Amorim é apresentador do Manhattan Connection da Globonews, colunista da revista IstoÉ, presidente da Ricam Consultoria, único brasileiro na lista dos melhores e mais importantes palestrantes mundiais do Speakers Corner e economista mais influente do Brasil segundo o Klout.com.Perfil no Twitter: @ricamconsult.

 
 





Deixe seu comentário