Feeds Ricardo Amorim Facebook Ricardo Amorim Twitter Ricardo Amorim Linkedin Ricardo Amorim Youtube Ricardo Amorim

Palestra de Ricardo Amorim sobre cenários econômicos, para Microsoft.

postado em Palestras


Nunca antes na história…

De volta para o futuroO economista Ricardo Amorim tem uma explicação bastante simples para a recente criação do grupo do G-20, agora com as presenças de Brasil, China, Índia e outros emergentes, em substituição do antigo G-7. “Se valesse só o critério de maiores economias, alguns dos antigos ‘sete’ não poderiam mais estar lá; por isso acharam por bem ampliar o clube.” Muito do que ele apresentou em sua palestra sobre as vantagens desse Brasil do futuro, China e os demais emergentes já é do conhecimento público, mas seu mérito foi concatenar as informações e dar um sentido lógico a elas.

Depois de nove anos em Nova York, o palestrante acredita que, mais do que nunca, esta é a hora certa de apostar no Brasil. Ele e mais 400 mil brasileiros, que retornaram exemplo, a capacidade de desenvolvimento em tecnologia, agora beneficiada pela manutenção de “cérebros” no País. “Nenhum outro país do mundo tem carro com motor Flex Fuel, como o Brasil. Sem falar nos biocombustíveis, na autossuficiência da Petrobras, no Pré-Sal etc.”

Amorim alerta os presentes para o crescimento do consumo entre os emergentes, acima de 50%, com aumento na produção industrial, entre 25% e 30%. “Não é de hoje; está assim há mais de dez anos”. Cita os grupos brasileiros Friboi, Brazil Foods e Marfrig, líderes mundiais do setor de carnes e laticínios; a Inbev, a maior cervejaria; e a Fiat e a Volkswagen brasileiras, que vendem muito mais aqui do que na Europa. “Houve uma mudança no centro de gravidade mundial. Só a China tem atualmente 80 metrôs em construção, o que é uma bênção para o Brasil. Nós temos o ferro e o aço.”

Segundo o palestrante, quem imaginaria um dia o Brasil emprestando US$ 250 bilhões para o resto do mundo. E para o FMI? Sinais exteriores de riqueza estão por toda parte. “Há quanto tempo o salário mínimo sobe mais do que a inflação?”, indaga. Nos últimos seis anos, 30 milhões de brasileiros deixaram de ser pobres e mais de 40 milhões migraram para as classes mais altas. Lembrete final de Amorim: pelo andar do carro Flex, dá para confiar no futuro do Brasil, nos próximos 10, 15, 20 anos ou mais!

Leia Mais.
(Revista Kalunga)





Deixe seu comentário

Acompanhe Ricardo Amorim na mídia
Istoe

Artigos do Ricardo Amorim
/ LEIA

Manhattan Connection

Desde 2003, Ricardo é apresentador do Manhattan Connection, atualmente no canal Globo News
/ VEJA

Gazeta do Povo

Em 2017, Ricardo iniciou uma parceria com a Gazeta do Povo. Clique e confira.
/ VEJA

Radio Eldorado

A economia pode ser um agente poderoso de transformação
/ CURTA


Opinião de Ricardo Amorim - Economista Independente