Feeds Ricardo Amorim Facebook Ricardo Amorim Twitter Ricardo Amorim Linkedin Ricardo Amorim Youtube Ricardo Amorim

Ricardo Amorim realça as oportunidades trazidas pela Copa do Mundo em palestra.

postado em Palestras


Portal Mercado e Eventos
04/2012
Por Anabel Moutinho

 

 

Rio terá 85 novos hotéis até 2016 e Brasil R$5 bi de receita na Copa.
 

Hoje (10/4), o Secretário Municipal Especial para a Copa do Mundo da Fifa, Ruy Cesar, afirmou durante o Seminário Itaú Empresas que o Rio de Janeiro abrirá 85 hotéis até 2016. O Brasil tem um valor estimado de incremento de receita de R$5 bilhões em função da Copa do Mundo gastos pelos três milhões de turistas esperados para o evento. A projeção é que sejam dois milhões de estrangeiros e um milhão de turistas brasileiros. Estes dados foram divulgados pelo Itaú.
 
Ricardo Amorim, economista formado pela USP e mediador do seminário, disse “O centro de gravidade da economia mudou e o melhor: veio para cá”. Amorim ressaltou que apesar dos problemas do país tais como impostos, burocracia, corrupção e infraestrutura, a conjuntura mundial está a favor do Brasil. “Os eventos esportivos vão mostrar o Brasil, já estão colocando um holofote aqui”.
 
Para o setor de Turismo, Ruy Cesar lembrou as oportunidades já disponíveis. “Já estão acontecendo cursos de capacitação do setor hoteleiro com cursos de idiomas gratuitos que vão até 2016. A verba liberada para este fim pelo o governo federal para o Rio foi de R$3 milhões. Além disso, a cidade do Rio de Janeiro está com incentivo fiscal e urbanístico para empresas por meio da Lei 108”.
 
O Seminário Itaú Empresas aconteceu no Centro de Convenções Sul América no Rio de janeiro e contou com a presença de Ricardo Amorim, economista; Ruy Cesar, secretário municipal especial para a Copa do Mundo da Fifa de 2014 e para os Jogos Olímpicos de 2016; Rafael Plastina, sócio fundador e executivo da Score Sport Business & Consultoria; Ricardo Azevedo, autor do livro “O Brasil e a Copa do Mundo” e Ricardo Fernando, diretor comercial do Itaú empresas.
 
A iniciativa tem como objetivo reunir empresários, autoridades, entidades e academia para discutir os impactos econômicos e as oportunidades de negócios que serão gerados por conta da Copa do Mundo da Fifa 2014. O evento também abordará como pequenos e médios empresários podem aproveitar a oportunidade para crescer de maneira sustentável e de que maneira devem se preparar.
 
Ao longo do ano, o Seminário Itaú Empresas percorrerá as 12 cidades sede do mundial.
 
Confira as datas:

Brasília- 13 junho
São Paulo-21 junho
Curitiba-7 de agosto
Belo horizonte-16 de agosto
Fortaleza-27 agosto
Recife-20 de setembro
Cuiabá- 10 de outubro
Salvador- 17 outubro
Manaus- 7 de novembro





    Maria Gorette F. Brennand disse:
    17 de abril de 2012 às 19:32

    Acredito no Seminário Itaú Empresas, não acredito que o Brasil está preparado para um evento desse nível infelizmente, pode acontecer para nossa vergonha.
    A china fez com disciplina, e tudo correu conforme foi determinado pela Fifa, ficou pronto muito antes da data confirmada pela organização da Copa do Mundo a Fifa. A China foi e é um exemplo de trabalho eficaz, competência, honestidade, dedicação e a união do povo chinês.
    Abraço…Ricardo



Deixe seu comentário