Feeds Ricardo Amorim Facebook Ricardo Amorim Twitter Ricardo Amorim Linkedin Ricardo Amorim Youtube Ricardo Amorim

Palestras do economista Ricardo Amorim destacam oportunidades da economia Brasileira.

postado em Palestras


Portal O Diário
10/11/11
Por Diniz Neto

 

Oportunidades da economia brasileira

 

Ricardo Amorim, economista e estrategista de investimentos, tem feito palestas no Brasil, falando sobre oportunidades e desafios que a crise econômica mundial apresenta para as empresas brasileiras.
 
 “A economia é movida por negócios, que são geradores de emprego e de renda e uma feira como esta gera oportunidades de negócios, não somente durante os dias do evento, mas também depois. Permite que empresas mantenham contato, conheçam produtos e processos. Ela é fundamental”, disse Ricardo Amorim.
 

O economista tem destacado que o Brasil precisa se acostumar com outras variáveis econômicas. “O Brasil passou a dar certo e, portanto, passou a enfrentar problemas com os quais não estava acostumado”, observou. “E mesmo que gargalos como corrupção, carga tributária, infraestrutura, educação e saúde não tenham sido solucionados, a economia do País cresceu e está condenada a crescer”, disse. Em 2010, o Produto Interno Bruto brasileiro aumentou 7,5%.
 

Com informações do site Newtrade





    lissandro disse:
    16 de novembro de 2011 às 14:56

    GARGALO carga tributária?? QUAL PAÍS DESENVOLVIDO ALCANÇOU BONS PATAMARES COM BAIXA CARGA TRIBUTARIA?? O bRASIL TEM CARGA MENOR QUE A MAIORIA DA EUROPA, COMO EXEMPLO, MAS MESMO EM DESENVOLVIMENTO ainda acham a carga elevada? IR nos EUA 45%, carga tributaria na escandinavia, mais de 50%



    Martini disse:
    21 de novembro de 2011 às 18:55

    O imposto não é elevado não, o estado é que gasta pouco com os contribuintes.



    André disse:
    22 de novembro de 2011 às 13:52

    Falamos que o imposto é elevado porque não temos retorno em saúde, educação, infraestrutura.Voce sabe porque o IPVA foi criado? Para ser diretamente investido nas estradas. Sabe qual o destino dele hoje: Caixa único da União.Foi assim com a CPMF da saúde também.
    Amigo Lissandro não dá pra comparar a escandinávia com o Brasil. Lá o cidadão paga barato pelo retorno que tem…



Deixe seu comentário