Feeds Ricardo Amorim Facebook Ricardo Amorim Twitter Ricardo Amorim Linkedin Ricardo Amorim Youtube Ricardo Amorim

Palestra do economista e apresentador do programa Manhattan Connection Ricardo Amorim foi ponto alto de evento do agronegócio.

postado em Palestras


Revista Avicultura do Paraná

10/2011

 
 

Unifrango comemora 10 anos com jantar festivo em Maringá – Em uma década a marca se firma como uma das mais importantes do setor avícola

 

No dia 3 de setembro, um jantar celebrou o aniversário de 10 anos do Grupo Unifrango. O evento foi realizado no Moinho Vermelho, em Maringá, e reuniu cerca de 350 convidados entre acionistas, lideranças políticas, fornecedores e empresários do setor.
O salão de festas foi dividido em lounges e grandes painéis contavam a história de sucesso da Unifrango, grupo formado por 17 empresas, que gera 30 mil empregos diretos e que só no ano passado movimentou R$500 milhões.
 

O presidente da Unifrango, Domingos Martins, e o executivo Pedro Henrique Oliveira recepcionaram pessoalmente os convidados. Em seguida, todos assistiram a um vídeo que contou a trajetória do grupo desde 2001 até os dias de hoje. “O evento é uma oportunidade das pessoas conhecerem um pouco mais sobre o trabalho desenvolvido por nós e a chance de celebrar o comprometimento de acionistas e funcionários que se empenham no dia a dia para o crescimento da Unifrango”, explicou Martins.
 
Um dos pontos altos da noite foi a palestra do economista e apresentador do programa Manhattan Connection, exibido pelo canal Globo News, Ricardo Amorim, que durou cerca de 50 minutos. Amorim destacou a importância do Brasil na economia mundial e a crescente relevância do agronegócio nesse cenário.
 
Segundo ele, o setor agroindustrial no mundo está sendo disputado por grandes empresas, o que exige ganho de escala. “Por este motivo, é importante ressaltar a iniciativa das 17 empresas paranaenses em se unirem e criarem a Unifrango como estratégia de sucesso para garantir a sua sobrevivência nesta área cada vez mais competitiva”, explicou o economista.





Deixe seu comentário