O que se leva em consideração para investir? #RicardoResponde

O cenário econômico e os preços de ativos no mundo. Porque, às vezes, em investimentos, você tem a seguinte situação: uma ótima perspectiva, todo mundo acha que aquilo está ótimo, todos já compraram e o preço está lá em cima. Então, por mais que a perspectiva econômica seja boa, não é um bom investimento. Mais duas coisas sempre têm que ser levadas em consideração. A primeira é o tempo de investimento, porque algumas aplicações têm desempenho quase linear ao longo do tempo, mas outras têm grandes ziguezagues. Nestas, você não pode se colocar na posição de ser forçado a sair em um determinado momento por precisar do dinheiro. O segundo aspecto é a sua própria psicologia. Normalmente, as pessoas tomam a decisão errada na hora errada, por razões emocionais. Com ações, por exemplo, as pessoas compram e pode muito bem acontecer de o preço cair. Normalmente, e depende de quanto caiu, a ação tende a ter uma boa oportunidade quando fica barata, só que, se você comprou quando ela estava mais cara, você diz: “Estou com medo, isso pode cair ainda mais”. Você vende e depois ela volta a subir. Então, para dar uma boa recomendação de investimento, é preciso entender bem o perfil das pessoas.
 
 

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Relacionados