Vantagem de Dilma vai sumir no segundo turno por 3 razões, diz Ricardo Amorim

10/2014

Infomoney

Por João Sandrini

 
De acordo com Ricardo Amorim há três motivos para Dilma perder ao menos parte de sua vantagem no segundo turno: 1) o tempo na TV da presidente é bem maior que o de seus adversários hoje, mas passará a ser igual quando a propaganda eleitoral recomeçar; 2) os deputados, senadores e governadores que vencerem no primeiro turno já não estarão tão engajados na próxima etapa da eleição, o que tira um vantagem do PT que hoje é clara; e 3) os eleitores que não gostam de Dilma tendem a se unir em torno do nome único da oposição no segundo turno. O economista diz, no entanto, que é impossível dizer se essa provável queda de Dilma será suficiente para que ela perca a eleição.
 
Mas o que é melhor para o Brasil?
 
Para Ricardo Amorim, “Dilma é a pior opção para o Brasil entre os três candidatos”. “O desempenho da economia deixou muito a desejar. Entre todos os países da América do Sul, ninguém cresceu menos que o Brasil nos últimos quatro anos. O crescimento anual do PIB só foi superior ao do governo Collor considerando todos os presidentes desde 1930. E não é verdade que isso aconteceu por uma crise externa. A política econômica foi desastrosa.”
 
Ricardo Amorim
Economista, apresentador do programa Manhattan Connection da Globonews e presidente da Ricam Consultoria.
 
 

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Relacionados