Matéria sobre palestra de Ricardo Amorim sobre como uma nova abordagem e valores de educação podem transformar o Brasil e ajudá-lo a superar atual crise e voltar a crescer

04/2015

Belicosa

 Por Maria Augusta Ribeiro

 

Foto blog

 
A forma como a educação básica pode interferir na economia e política de um país é fato. Seja ela boa ou ruim, transforma-se em marcador de desenvolvimento e impacta a vida de todos.
 
Em recente evento realizado em Cuiabá, um painel formado por grandes pensadores como Xico Graziano, Mario Sergio Cortella e Ricardo Amorim, o último impressionou.
 
Eram 1. 400 expectadores que mal piscavam de tão concentrados à fala pontual do economista, que respondia de forma prática à pergunta que não quer se calar: O Brasil tem jeito?
 
Em meio à plateia que acompanhava atenta estava a Belicosa, ansiosa por respostas práticas, que teve a resposta formatada: Sim, o país tem jeito, e começa pela Educação.
 
Ali não estava sendo discutida escolarização, e, sim, um novo jeito de se levar o ensino básico à excelência e formar novos cidadãos.
 
No meio do Mato Grosso, quando se ouve que podemos conseguir um resultado positivo investido de forma correta na educação, formando novas competências, abandonando modelos educacionais obsoletos e envolvendo a sociedade, isso vale ouro.
 
A educação deixou de ser uma fábrica que produzia robôs. Hoje precisa-se de um formato que incentive o conhecimento de quem tem aptidão pelos idiomas em vez de saber para que serve a raiz quadrada de PI.
 
E nós, como podemos contribuir? Antes de incentivar seu filho a explorar o universo digital, que tal incentivar a leitura de um bom livro? Ou mesmo investir no aprendizado da matemática simples para se criar consciência de equivalência.
 
O anseio por se formar cidadãos com consciência coletiva é maior que a vontade de se formar especialistas. Educar muda a sociedade, forma novos eleitores e políticos diferentes que possam, de fato, contribuir para o Brasil que tanto desejamos viver.
 
 

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Relacionados